Sexta-feira, 25 de Maio de 2007

Texto 7

O Fidéismo
  
91. Ao Ateísmo contrapõe-se o Fidéismo, segundo o qual
      a Revelação divina constitui o supremo critério de verdade,
      a Fé prevalecendo sobre as restantes formas de conhecimento.
 
92. Um dogma religioso é uma certeza absoluta e definitiva,
      uma verdade de Fé oriunda da autoridade do mesmo Deus,
      independente de comprovações empíricas e superior à razão.
 
93. A sua natureza não é racional nem anti-racional, mas supra-racional.
      Guarde-se a razão de se pronunciar sobre aquilo que a ultrapassa.
 
94. Caberá à Filosofia ser a serva da Teologia, pois que,
      entregues a si mesmos, a razão e os sentidos não são fiáveis.
      Só Deus basta. Assim o entenderam os pensadores da Idade Média.
 
95. Uma citação de um monge do século XV ilustra o "crer para entender":
      “A quem fala o Verbo eterno, de muitas opiniões se desembaraça”.
 
96. Ao indicar onde radica a verdade, o Fidéismo responde também
      a uma última questão: a da Origem dos nossos Conhecimentos.
      Opõem-se-lhe o Racionalismo e o Empirismo.
publicado por Marc Calicis às 12:29
link do post | favorito

Marc Calicis

Licenciado em Filosofia pela U.C.P.

Vila do Conde

Ano Lectivo de 2009 - 2010